Link para página

Anexo BMJBM Mudanca Tempo Confinamento 1

O Município de Vila Velha de Ródão através da Biblioteca Municipal José Baptista Martins (BMJBM) está a aproveitar o tempo de confinamento obrigatório para redefinir os serviços e missões enquanto biblioteca pública de pequena comunidade e imaginar caminhos que ofereçam novas possibilidades de vida privada e pública.
O objetivo é dar continuidade às iniciativas desenvolvidas nos primeiros 12 anos de serviço à comunidade e multiplicar as oportunidades de desenvolvimento da curiosidade e do desejo de conhecer, que aconteciam tanto em partilhas informais como em encontros de cariz académico, adaptando-as às novas exigências impostas às instituições em tempo de confinamento.

Neste contexto, a BMJBM assumiu como foco de orientação para a criação de um novo paradigma de serviço público os textos da escritora Maria Gabriela Llansol e, especialmente, o seu conceito de Espaço Edénico, ou seja, “um lugar onde [os seres] chegarão à sua coincidência. Para cada um a sua”. Tornar real, para cada pessoa, este espaço edénico através da abertura de possibilidades de novas relações com os textos, as pessoas e a natureza, é o principal desafio que a BMJBM enfrenta: fazer a passagem de biblioteca para bioteca.

Assim, neste momento, a proximidade com a comunidade acontece através de grupos no Facebook, de telefonemas que favorecem a narrativa das experiências vividas pelos seus utilizadores e de estímulos individualizados à leitura. Os membros do Clube de Leitura de Autores Clássicos da BMJBM estão a descobrir, cada um por si, textos de Maria Gabriela Llansol e de Goethe, preparando-se para a primeira reunião presencial, e os elementos do Clube Leituras sem Pressa (no âmbito da Academia Sénior) leem contos escolhidos do livro “Decameron” de Boccaccio e comentam, por telefone, com a bibliotecária as suas interpretações.

O projeto “Vidas e memórias de uma comunidade”, desenvolvido desde 2009, está a ter continuidade através do enriquecimento da coleção “Rebuscar o tempo”. Quatro livros manuscritos dessa coleção estão a ser redigidos individualmente, outros dois, igualmente manuscritos, estão a ser criados coletivamente em grupos no Facebook: Pequenas Histórias das Palavras, num grupo homónimo, e uma compilação de saberes tradicionais sobre produção, conservação e consumo de hortícolas e frutos no grupo O nosso Domingo Zen em Vila Velha de Ródão. Com a adesão a este último grupo, os membros acedem também à possibilidade de realizar, gratuitamente, uma vez por semana, exercícios de relaxamento e alongamento ministrados por Sofia Lourenço, que desde 2008 dinamiza ao domingo à tarde na BMJBM estes exercícios com muito sucesso, sendo aliás nesse contexto que nasceu o grupo.

Ainda no âmbito da coleção “Rebuscar o tempo”, está a ser preparada a apresentação do livro “Pelos Traços do tempo”, com aguarelas da artista plástica Maria do Rosário Maia, e acompanhada a redação de um livro, ainda sem título, da autoria da bióloga Maria Alice Rocha.

Na página da BMJBM no Facebook são divulgadas quotidianamente as iniciativas da BMJBM, novidades bibliográficas na BMJBM e propostas de atividades para todas as idades. Está ainda disponível, na referida página, uma videoteca que disponibiliza 80 vídeos produzidos pela BMJBM, principalmente de poesia lida.

Entretanto, dentro da biblioteca, são feitas depurações nas estantes e revisões aos registos do catálogo; é renovada a sinalética das estantes da sala de leitura dos adultos; é enriquecido com novas publicações o serviço de Troca de Livros; são catalogados novos livros para a recentemente criada Estante Alfarrabista; são feitas aquisições de fundos bibliográficos; e é desenvolvida, através do estabelecimento de contactos com possíveis beneficiários e de seleção de obras a doar, a iniciativa «Em Casa, a Ler» que oferecerá conjuntos de livros a pessoas e instituições que deles necessitem.

A BMJBM continua perto dos leitores, que devem utilizar o e-mail biblioteca@cm-vvrodao.pt ou telefone 272 540 300 caso necessitem de apoio deste serviço.