Link para página

Zona de Proteção Especial do Tejo Internacional, Erges e Ponsul

Rede Natura


A Rede Natura 2000 é uma rede ecológica para o espaço comunitário da União Europeia resultante da aplicação da Diretiva Aves e da Diretiva Habitats. Esta informação refere-se aos sítios de Portugal Continental. O concelho de Vila Velha de Ródão possui território integrado na Zona de Proteção Especial do Tejo Internacional, Erges e Ponsul, que faz parte da Rede Natura 2000 [PTZPE0042]

Zona de Proteção Especial (ZPE) é composta essencialmente pelos vales dos rios Tejo Ponsul, Aravil e Erges e seus afluentes, caracterizados por encostas bastante declivosas, cobertas por matagal mediterrânico rico e diverso, com afloramentos rochosos frequentes, dominados pelo xisto e, pontualmente, granito (canhões fluviais de Salvaterra do Extremo e Segura). As áreas adjacentes, mais aplanadas, cobertas por montado de azinho, eucaliptais, terrenos de cultivo maioritariamente tradicional (olival e cereais de sequeiro), pastagens e matos esclerófilos.

Este mosaico de habitats, constituído por áreas semi-naturais pouco intervencionadas, montados com e sem sub-coberto e áreas de uso agro-pecuário extensivo, associado a uma cada vez mais organizada gestão cinegética, possibilitam a existência de populações importantes de aves ameaçadas tipicamente rupícolas e associadas ao bosque mediterrânico. A área caracteriza-se por albergar uma elevada diversidade de espécies, com especial relevância para aquelas tipicamente rupícolas, que nidificam nas encostas escarpadas do vale do Rio Tejo e afluentes (Cegonha-preta Ciconia nigra, Bufo-real Bubo bubo, Britango Neophron percnopterus, Grifo Gyps fulvus, Águia de Bonelli Hieraaetus fasciatus, Águia-real Aquila chrysaetos e Chasco-preto Oenanthe leucura), algumas das espécies típicas do bosque mediterrânico que se contam entre as mais ameaçadas da Europa, como a Águia-imperial Aquila adalberti (sendo o único local onde se reproduz em Portugal) e o Abutre-negro Aegypius monachus (também com nidificação confirmada recentemente) e ainda para algumas espécies tipicamente estepárias com elevado estatuto de conservação em Portugal, que frequentam as áreas de planalto abertas contíguas às encostas.

É o único sítio em Portugal onde ainda se pode encontrar a Ganga Pterocles alchata, espécie que se considerava como extinta no país. Esta ZPE suporta o maior efetivo populacional de Cegonha-preta Ciconia nigra a nível das ZPEs nacionais e uma proporção significativa das grandes águias e dos abutres, sendo o único local do país onde se reproduzem a Águia imperial e a Ganga, ambas provavelmente extintas como reprodutoras há cerca de 3 décadas e que recentemente recolonizaram o nosso país.


Documentação:

Plano Setorial da Rede Natura - Resolução do Conselho de Ministros n.º 115-A/2008 - (pdf) 2987 Kb
Proposta Técnica de Alteração dos Limites da Zona de Proteção Especial do Tejo Internacional, Erges e Ponsul (ICNF - Janeiro 2018) - (pdf) 2043 Kb
Ficha de classificação da Zona de Proteção Especial do Tejo Internacional, Erges e Ponsul (ICNF) - (pdf) 156 Kb

 

Rede Natura 2000 - Perguntas Frequentes (Site da Comissão Europeia)
Rede Natura 2000 (Site do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas)